O verão chegou e você provavelmente já usou o seu condicionador de ar. Mas, como saber se este aparelho está funcionando com máxima eficiência?

Infelizmente, não é fácil responder essa pergunta. Mesmo alguns profissionais podem ter dificuldade para fazer o seu aparelho chegar à máxima eficiência, mas você certamente pode verificar se ele tem grandes problemas.

· Comece pelo mais fácil e substitua os filtros de ar, se eles não estiverem limpos. Quanto maior for a restrição ao fluxo de ar, menor será a eficiência do sistema.

· Cubra bem o filtro, se ele for do tipo que desliza para o local da máquina. Se a sua máquina ficar no sótão, e ficar aberta, pode haver uma perda de 30% ou mais da eficiência por causa do ar quente que é aspirado através da abertura.
Como avaliar o desempenho do seu sistema de resfriamento.

Faça o seu aparelho funcionar pelo menos durante 20 minutos. Ajuste o termostato para aproximadamente 15°C, de forma que o aparelho funcione de maneira contínua. A seguir, faça alguns testes simples, para avaliar o desempenho do sistema.

Você deve comprar um medidor barato da velocidade do ar e da temperatura. Este investimento vale a pena e pode economizar dinheiro que seria gasto com despesas para fazer um diagnóstico.

· Meça a velocidade do ar e a temperatura de cada saída de ar, colocando o medidor bem na saída de ar e esperando até a temperatura ficar estável.

· Meça também a temperatura do ar que entra no sistema. Se o sistema for central, isto é mais fácil. Normalmente ela deve estar por volta de 24°C.

· Meça a temperatura em cada saída de ar, que deve estar por volta de 11°C mais fria do que a do ar que entra no sistema. Esta diferença é chamada de “queda da temperatura” e pode variar bastante, mas se ela for menor que 8°C ou maior que 15°C, provavelmente há um problema.

· Sinta o fluxo de ar de cada saída. Ele deve ser bom. Se em alguma saída o fluxo for bem menor que nas outras, isto pode significar que um duto não está bem conectado ou que está obstruído por um abafador de ruído.

· Verifique se algum cômodo não está sendo bem resfriado. Isto poderá estar sendo causado por fluxo insuficiente de ar frio, mau isolamento térmico, aquecimento solar através de janelas, vazamento de ar quente, etc. e tente determinar qual é a causa principal.
Verifique possíveis vazamentos nos dutos.

Isto é muito simples.

· Verifique se todas as janelas estão bem fechadas.

· Verifique se há outras aberturas, como lareiras.

· Ligue os ventiladores dos banheiros.

· Ligue o ventilador da cozinha.

· Desligue o condicionador de ar e os ventiladores. Pode levar alguns minutos para a ventoinha parar.

O objetivo é tirar o ar de dentro da casa e criar uma pressão negativa, que sugará ar através de qualquer vazamento. Agora, procure possíveis vazamentos.

· Verifique todas as saídas de ar. Com o aparelho desligado, não deve sair ar de nenhuma delas. Se houver ar saindo de algum lugar, o sistema de dutos tem algum vazamento para o exterior.

· Frequentemente, os dutos de ar do andar superior passam pelo sótão e, se houver qualquer vazamento aí, ar quente estará sendo levado para dentro da casa. Verifique se há ar quente saindo em qualquer lugar. Quanto mais quente for o ar, o vazamento estará mais perto desta saída.
Verifique a unidade principal.

Algumas coisas precisarão ser verificadas por um profissional. Solicite uma verificação pelo menos uma vez por ano.

Se o profissional disser que é necessário completar o nível do gás freon, mande-o embora e chame outro. Estes sistemas são fechados e nunca consomem o gás refrigerante (freon). Se for colocada uma quantidade excessiva de gás refrigerante, isto poderá danificar o compressor e pode ser necessário substitui-lo.

Na realidade, o que deve ser feito são algumas medidas de pressão e temperatura do gás refrigerante. Se houver algum problema estes testes permitirão saber qual é.

A maioria dos vazamentos, se houver, é fácil de consertar.


Com a correta manutenção do ar condicionado a probabilidade de falha diminui, evita a corrosão e aumenta a vida útil do aparelho, eliminando a necessidade de manutenção corretiva.


LIGUE AGORA e agende uma visita de um técnico: (11) 3339-3209